Apesar de não ser minha área de formação, trabalho com TI há 6 anos. Comecei com um blog pessoal e, no mesmo ano, me vi responsável por desenvolver uma solução na intranet para um processo que eu conduzia na empresa em que trabalho. A partir de então, não parei mais de estruturar e desenvolver soluções e capacitar usuários para que façam o mesmo, sempre em software livre - também Joomla!, nos últimos anos.

Ter sido nomeada Analista de TI na Diretoria de Tecnologia da empresa, 3 anos depois, foi um grande reconhecimento a esse trabalho que realizei com enorme dedicação, tendo que superar inúmeros desafios, desenvolver novas competências e buscar novos conhecimentos. Mas até hoje ouço insinuações de que isso só aconteceu por causa da minha aparência física. Ou seja, toda a minha dedicação e realizações são diminuídas a "um belo par de pernas". O resultado é que sinto que preciso me esforçar mais do que se eu fosse homem, porque já começo tendo de provar que isso não é verdadeiro, que de fato alcancei meu posto pelos meus resultados e não pela aparência.

Além disso, estando num ambiente majoritariamente masculino, frequentemente ouço diversas brincadeiras desagradáveis. Não estou falando que não gosto de receber elogios. Claro que eu gosto, mas alguns homens não compreendem o limite entre o elogio e o assédio. Acreditem, já ouvi coisas do tipo: "Ontem fiz o rejunte do meu banheiro duas vezes pensando em você enquanto tomava banho." WTF?? Isso é elogio para alguém? #not

Eu acho especialmente pior quando essas coisas partem de colegas dos quais você necessita de algo. Hoje mesmo enviei um email solicitando informações de trabalho para um colega com o qual nem tenho intimidade e, no final da resposta, ele respondeu que "estava com saudades". Depois, quando tratávamos do mesmo assunto por telefone e estávamos com dificuldade de encontrar um horário para reunião, ele disse que então teríamos de sair para jantar à noite. Minha resposta nessas horas precisa ser dura o suficiente para ficar claro que não estou gostando, mas não tanto que me faça perder a colaboração do colega, de quem preciso orientações muitas vezes. Sinceramente, não é nada fácil lidar com isso no ambiente profissional.   

Mudei a forma de me vestir, para tentar chamar menos atenção - apesar de considerar isso um completo absurdo!
Também já recebi feedback de que sou muito dura, brava. Mas como ser diferente, se mesmo assim ainda muitos não respeitam?

Logicamente não se pode generalizar. A maior parte das pessoas com as quais trabalho são educadas e extremamente profissionais. Mas, infelizmente, casos como os citados se repetem com frequência.

Como saber se você está num relacionamento abusivo?

Nós apoiamos as mulheres do Joomla

                  jug rs   jugpernambuco